Guia do Estudante

Guia do Estudante

Guia do Estudante: A Faculdade Bilac está entre as melhores universidades do Brasil!

Guia do Estudante - Ciências Contábeis 4 estrelas - Faculdade Bilac

 

 

Guia do Estudante - Administração 3 estrelas - Faculdade Bilac

 

 

 

 

 

Critérios utilizados
A instituição vencedora (uma pública e outra privada) de cada categoria e/ou área foi identificada por meio da aplicação de uma fórmula, que combina indicadores de qualidade (A) e de quantidade (B) de cursos estrelados: 2A+B / 3

A = [(Total de estrelas / Cursos avaliados) / 5] x 100
É a média de estrelas dos cursos de determinada escola, ou seja, indica a qualidade média dos cursos.

B = (Cursos estrelados / número de cursos estrelados da instituição que possui a maior quantidade) x 100
É quanto aquela escola se aproxima da instituição que possui o maior número de cursos estrelados.

Vale ressaltar que essa fórmula dá mais peso à qualidade dos cursos estrelados (maior valorização dos cinco estrelas, quatro estrelas e três estrelas, nesta ordem) do que a quantidade (número de cursos estrelados), ou seja, a qualidade vale duas vezes mais do que a quantidade.

Definições
• Cursos avaliados – Número de cursos da escola que foram avaliados pelo GUIA DO ESTUDANTE.

• Cursos estrelados – Quantidade de cursos da escolar que foram estrelados (com três, quatro ou cinco estrelas).

• Total de estrelas – Soma de todos os cursos estrelados que a instituição obteve, sendo que cada curso cinco estrelas vale 5 pontos; quatro estrelas, 4 pontos; e três estrelas, 3 pontos.

Categoria A Universidade do Ano

• Quem participa – Concorrem somente as escolas que tiveram, no mínimo, cinco cursos avaliados. Como o prêmio é voltado a universidades (instituições com grande número de cursos), foi estabelecido esse critério para não haver distorções em relação às instituições menores (que, por oferecerem poucos cursos, teriam mais chance de ter todos estrelados).

Categoria As Melhores por Área de Conhecimento

• Quem participa – Concorrem somente as escolas que tiveram, no mínimo, dois cursos estrelados (3, 4 e 5 estrelas) na área em questão. As vencedoras foram aquelas cujas graduações conseguiram melhor desempenho na avaliação, na área considerada.

• No caso de a escola estar presente em mais de uma cidade, foi considerado apenas o município que obteve a maior soma de estrelas (total de estrelas), desclassificando-se os demais.

• Na aplicação da fórmula, os conceitos total de estrelas, cursos avaliados e cursos estrelados levaram em conta apenas a cidade considerada.

• Em caso de empate, foi considerado o bônus relativo às avaliações de anos anteriores (2009, 2010, 2011, 2012 e 2013). A vencedora foi a escola que obteve a maior soma em relação à bonifcação.

• Importante: nesta edição houve mudanças em relação aos cursos que fazem parte de cada área – como a reunião das engenharias em um só setor – a fim de facilitar a consulta do estudante. Vale ressaltar que, como os cursos têm cada vez mais um caráter interdisciplinar, uma mesma graduação poderia pertencer a mais de uma área.

 

FONTE: Guia do Estudante