Captação de água da chuva na Faculdade!

Captação de água da chuva na Faculdade!

Água será utilizada na manutenção das áreas comuns da faculdade, limpeza das salas de aula e também na irrigação das áreas verdes e plantas; expectativa é de que sejam armazenados até 50 mil litros de água/mês.

Promover atitudes de responsabilidade sócio-ambiental entre os estudantes é uma das constantes preocupações da Faculdade Bilac. Por esse motivo, a instituição está desenvolvendo um projeto de captação de água da chuva, na sede da faculdade, em São José dos Campos. O sistema de aproveitamento é composto por calhas, condutores e três reservatórios com capacidade para o armazenamento de até 50 mil litros de água por mês.

Trata-se de uma ação colaborativa entre a faculdade, que arcou com os custos iniciais de implantação como, por exemplo, a compra das caixas d’água para armazenagem e dos canos para desvio da água para os reservatórios, e também dos professores e alunos, que serão, ao longo de todo o semestre, os responsáveis pelos estudos econômicos, práticos e sociais do projeto. Alunos de todos os cursos poderão participar, cada um em sua área, desenvolvendo soluções para a manutenção e melhoria do projeto, bem como aplicando na prática conteúdos aprendidos em sala de aula. “Queremos conscientizá-los quanto à existência de medidas que podem minimar os impactos ambientais resultantes do desperdício de água e, posteriormente, incentivá-los a replicar essa experiência nas empresas de que futuramente farão parte, além de residências, comércios e ONGs da nossa comunidade”, explica Felipe Barros, diretor do Bilac.

Utilização do recurso natural – Segundo Felipe, a água captada será empregada na manutenção das áreas comuns da faculdade, limpeza das salas de aula, lavagem dos utensílios de limpeza e também para irrigar as áreas verdes e plantas que existem por lá. “O projeto demonstra a preocupação ambiental da faculdade com as mudanças climáticas que vêm acontecendo no nosso País. O Bilac tem a obrigação de promover ações deste tipo, pois, é referência na região, exemplo para estudantes e para toda a cidade”, finaliza o diretor.

Confira aqui o vídeo da reportagem exibida pelo Link Vanguarda.